Autor

Geoffrey Pleyers

Professor da Universidade de Louvain (Bélgica) e pesquisador do Collège d’Etudes Mondiales de Paris. É presidente do Research Committee on Social Classes and Social Movements da Associação Internacional de Sociologia. Coordenou, com Breno Bringel, a com- pilação Les mobilisations de 2013 au Brésil (Brésil(s): Sciences Humaines et Sociales, ehess, Paris, 2015).

Publicaciones

Publicaciones de Geoffrey Pleyers

Junho de 2013… dois anos depois / Polarização, impactos e reconfiguração do ativismo no Brasil
Conjuntura
Nueva Sociedad NUSO Português Novembro 2015

Junho de 2013… dois anos depois Polarização, impactos e reconfiguração do ativismo no Brasil

Sejam de direita ou de esquerda, as mobilizações que sacudiram o Brasil em 2013 e 2015 compartilham algumas formas de expressão, ação e organização comuns a muitos movimentos contemporâneos. Estão associadas a uma nova «geopolítica da indignação global». O artigo analisa a fundo as manifestações, deixando de lado as leituras nuançadas da mídia e da academia. Argumenta que as mobilizações massivas de Junho de 2013 produziram uma abertura societária no Brasil. Emergiram novos espaços e atores que levaram a um aumento da conflitualidade no espaço público e a um questionamento dos códigos, sujeitos e ações tradicionais que primaram no país durante as últimas duas décadas. As mobilizações de massa são menos controladas por organizações sociais e políticas, difundidas e reproduzidas de forma viral, sob uma lógica que abre um maior espaço para os indivíduos.